Pular para o conteúdo principal

O QUE É O VEDANTA - SWAMI DAYANANDA

Resultado de imagem para Swami Dayananda

O que é Vedānta - Swami Dayananda


"Vedānta é a solução para o problema que surge quando me vejo como um mortal imperfeito, sujeito a várias limitações. Essa é a conclusão à qual cada indivíduo chega ao julgar precipitadamente. Vedānta é o ensinamento que resolve este problema. Na visão do Vedānta, você é a solução para o problema que você sofre. "Eu sou Brahman, a totalidade " é Vedānta. Portanto, Vedānta é a solução.

Vedānta não oferece uma solução. A solução é o Vedānta. Onde quer que haja uma solução, essa solução é o Vedānta. A solução só pode ser na forma de "Eu sou a totalidade. Eu sou livre." Qualquer coisa que se revela neste pedaço particular de conhecimento é Vedānta, é o que se pode dizer. Porque Vedānta é o conhecimento encontrado no final dos Vedas e é chamado Vedānta (anta quer dizer "fim").

O Veda é um corpo de conhecimento proferido de uma geração para outra. Ele não tem autoria, uma vez que não foi dada autoria a qualquer indivíduo. É um corpo de conhecimento que foi revelado aos antigos sábios que, por sua vez, foi entregue para a próxima geração, que o entregou para a próxima e assim por diante, até ao nosso tempo.

Esta linhagem é chamada karna-paramparā em sânscrito, significa "de orelha a orelha." O conhecimento é ouvido através de um par de orelhas e por ter sido preservado é passado para outro par de orelhas e desta forma, todo o Veda é mantido intacto.

O Veda é dividido em quatro volumes: Ṛg, Yajur, Sama e Atharva. Estes quatro Vedas são novamente divididos em duas partes, separadas por assunto. A primeira parte de cada um dos Vedas é chamada de karma kaṇḍa. A última parte é chamada jñāna-kaṇḍa.

Karma-kanda é a seção que trata de rituais e orações, enquanto o jñāna-kaṇḍalida apenas com realidades - a natureza do eu, o mundo e Deus; como esses três estão interligados e se existe uma diferença entre eles ou não. Este conhecimento das realidades liberta a pessoa porque a visão védica é que você é a totalidade e não há diferença alguma entre você, o mundo e Deus.

O ensino é geralmente na forma de um diálogo entre professor e aluno. Um diálogo particular, ou vários diálogos juntos, compõem uma Upanishad. Portanto,Vedānta é também conhecido como Upanishad, que forma o corpo de conhecimento e que é a solução para o problema humano fundamental.

E é por isso que nós não dizemos que o Vedānta oferece a solução. Nós dizemos que a solução é o Vedānta porque a solução está na forma de conhecimento, que é o Vedānta.
Om tat sat!"


Fonte:http://ventosdepaz.blogspot.com.br/2016/09/o-que-e-vedanta-swami-dayananda.html





Swami Dayananda Saraswati nasceu em uma vila no sul da Índia. Em 1953, morando e trabalhando em Chennai, vem a saber de uma série de palestras ministradas por Swami Chinmayananda, que se torna um de seus mestres, o que transforma sua vida. Dá início, então, ao aprofundamento do seu conhecimento de Vedanta e Sânscrito e em 1962 torna-se um renunciante.

Começou a ensinar Vedanta e Sânscrito em Rishkesh, no norte da Índia, às margens do rio Ganges, e em 1973 foi chamado por Swami Chinmayananda para ensinar durante dois anos e meio a um grupo de 50 estudantes em Mumbai.
Foi o início de vários cursos na Índia e nos Estados Unidos.
Seus cursos, também ministrados em Inglês, abriram aos estudantes do Ocidente a oportunidade de acesso a este ensinamento.

Swamiji, como é conhecido por seus discípulos, viaja por toda a Índia ministrando cursos e palestras, e desde 1976 tem viajado para os Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Suécia, Austrália, África do Sul, Brasil e Argentina. Em todos esses países, assim como na Índia, é conhecido por sua facilidade de comunicação e pela clareza e profundidade de seu conhecimento de Vedanta e da complexidade humana.

A primeira visita de Swamiji ao Brasil data de dezembro de 1978. Desde então, já realizou 13 visitas ao nosso país, tendo estado em São Paulo, Recife, Porto Alegre e Campinas, além do Rio de Janeiro. Seus cursos e palestras são traduzidos para o português pela Professora Gloria Arieira.

Em março de 1999, tivemos a oportunidade de conviver com ele em um curso de quatro dias em Itatiaia, sul do Estado do Rio de Janeiro. Sua mais recente visita foi ao Rio de Janeiro, em 2004, onde, com clareza e eloquencia fez várias palestras e satsangas para mais de 400 pessoas.

Swamiji dirige dois ashrams na Índia, um em Rishikesh e outro em Coimbatore, e o Arsha Vidya Gurukulam, nos Estados Unidos. Nessas instituições, onde Swamiji é o principal instrutor, os cursos de Vedanta e Sânscrito têm duração de trinta meses, em regime residencial, e o ensinamento é passado de mestre a discípulo, num fluir permanente, que tem como objetivo desdobrar a visão de "eu" como um Ser completo e livre.Recentemente, Swamiji criou um programa para ajudar as pessoas que vivem em áreas distantes dos centros urbanos, na Índia.
Este programa oferece uma ajuda nas áreas de saúde, educação, autosuficiência e validação cultural. Para isto, ele conseguiu reunir vários representantes de diferentes sampradayas ou tradições de ensinamento da Índia, o Acharya Sabhá. Esse movimento chama-se All India Movement for Seva, AIM for Seva, movimento de toda a Índia para o serviço.

Em 2010 Swamiji completou 80 anos.

Em 2011 completou 1.000 luas de vida, e um evento comemorativo desta data, chamado de Satabhishekam, aconteceu em Coimbatore, no sul da India, nos dias 20 a 22 de julho de 2011. Foi uma homenagem ao Swamiji e reconhecimento por seus anos de dedicação ao ensinamento de Vedanta, proteção da cultura védica e serviço social através do AIM for Seva. 

*Em 23 de setembro de 2015, Swamiji alcançou mahasamadhi, em seu ashram de Rishikesh, India, à beira de Ganga, num momento de muita paz e quietude. Todos seus alunos e devotos sentem sua presença a permear o universo.






Fonte:http://www.vidyamandir.org.br/swami-dayananda

Resultado de imagem para Swami Dayananda

Postagens mais visitadas deste blog

MUDRAS E SUA IMPORTÂNCIA NO FLUXO DE ENERGIAS E EQUILÍBRIO DA MENTE - PEDRO KUPFER

MudrasMudras são Selos, são gestos realizados com a mente, as  mãos, os pés, a boca, os olhos ou com o corpo todo.
Os Mudras são ligados ao fluxo das energias, tanto na mente como no campo energético, e fazem correspondência com o corpo físico,  especialmente por meio do sistema endócrino e do sistema nervoso simpático e parassimpático. Eles produzem efeitos fisiológicos e psíquicos benéficos, proporcionando a saúde psicossomática, o  equilíbrio dinâmico e a harmonia interna. A palavra sânscrita Mudra deriva de duas raízes, mud e ra, tendo diversos significados. Pode ser traduzida por deleite, alegria ou prazer, pois  ao conectar as correntes de energia solar e lunar nos canais e centros energéticos ou psíquicos do praticante, esse experimenta a  consciência do prazer. Mudra dá uma sensação de bem-estar e felicidade. Outro significado para Mudra é magia ou encanto, pois, como num passe de mágica ou num encantamento, um determinado gesto corporal conduz o indivíduo a um respectivo estado de …

QUAL O NOME DAQUELA JÓIA NA TESTA DA MULHER INDIANA ?

Qual o nome daquela jóia na testa?
A razão do título é porque muita gente me pergunta sobre essa linda jóia, e mesmo eu há pouco tempo não sabia ao certo o nome, então quando eu queria comprar, perguntava na loja "...sabe aquela jóia que as indianas usam na testa, pendurada assim e assim.." e como vi que muita gente também me pergunta dessa forma resolvi me aprofundar mais no assunto e estudar melhor sobre o tema, até porque eu gosto de conversar sobre roupas e ornamentos indianos e dividir informações.

Essa jóia é chamadaTikkaou Maang Tikka e não se confunde com o bindi, que é um pontinho no centro da testa (falei sobre o bindiaqui).

Essa jóia é usada por mulheres em grandes festas, principalmente casamento tanto pela noiva quanto pelas convidadas.

Possivelmente não há maior beleza do que uma noiva enfeitada no dia de seu casamento, e os lindos enfeites de casamento indianos e jóias destacam o rosto, principalmente um enfeite como o maang tikka.

TÉCNICAS RESPIRATÓRIAS DO YOGA TEM EFEITOS SIMILARES A MEDICAMENTOS PSIQUIÁTRICOS

TÉCNICAS RESPIRATÓRIAS DO YOGA TEM EFEITOS SIMILARES A MEDICAMENTOS PSIQUIÁTRICOS28 de novembro de 2016·por 
Inspire profundamente, expandindo a barriga. Faça uma breve pausa e em seguida solte o ar bem devagar. Repita esse procedimento 5 vezes. Parabéns. Você acabou de acalmar o seu sistema nervoso. Está cada vez mais provado que a respiração controlada, como essa que você praticou agora, reduz o estresse, aumenta o estado de alerta e melhora o sistema imunológico. Por séculos, os yogis vêm usando técnicas de controle da respiração, ou pranayamas, para promover a concentração e melhorar a vitalidade. Estudos descobriram, por exemplo, que as práticas de respiração podem ajudar a reduzir os sintomas associados com a ansiedade, a insônia, o transtorno de estresse pós-traumático, a depressão e o déficit de atenção.   A maneira como a respiração controlada promove a cura ainda é motivo de estudo científico. Uma teoria é que ela pode mudar a resposta do sistema nervoso autônomo d…